+

Artes Cênicas - Licenciatura em Teatro

 

Grau Acadêmico: Licenciado em Teatro
Campus: Maringá
Turno: Matutino, para ingressantes a partir de 2022; vespertino para ingressantes até 2021.
Vagas: 40
Carga Horária: 3946 h/a
Duração: mínimo 4 anos/ máximo 8 ano

 

Objetivos do curso

O curso de Artes Cênicas – Licenciatura em Teatro pretende formar artistas-docentes-pesquisadores de Teatro, isto é, profissionais das artes das cenas capacitados para um trabalho investigativo, criativo, imaginativo, inquieto, desobediente, coletivo, plural e interdisciplinar. Dessa forma, espera-se que o egresso esteja apto a responder a desafios da profissão com soluções éticas, dialógicas, democráticas, inclusivas, sensíveis, reflexivas, colaborativas, sustentáveis e solidárias, alinhadas aos princípios dos direitos humanos e da consciência socioambiental. Almejamos, assim, não somente uma formação técnica no campo do teatro, mas sim, o desenvolvimento pleno do estudante na perspectiva da educação integral do sujeito, promovendo a dilatação de aspectos intelectual, físico, cultural, social e emocional.

 

Perfil de egresso:

A partir de sólida formação que engloba as dimensões técnica, artística, pedagógica, políticas, ética e cultural, ao concluir o curso de graduação em Artes Cênicas – Licenciatura em Teatro, o egresso deverá estar apto a atuar como agente de práticas teatrais na sociedade de forma consciente e cidadã. Entende-se por isso estar capacitado ao exercício do pensamento crítico-reflexivo em conjunto ao desenvolvimento da sensibilidade artística, e apto a fomentar processos nos quais novas formas de expressão e propostas estéticas, sobretudo como elemento da valorização humana e da autoestima, sejam oportunizadas. No que tange especificamente à formação docente, almeja-se um egresso capaz de interpretar e reconstruir o conhecimento, transpondo os saberes específicos de sua área de conhecimento para outras áreas, conhecendo e compreendendo as etapas de desenvolvimento de seus estudantes. Na prática, isso significa estar apto a gerir tanto atividades didático-pedagógicas como artísticas de sua competência, compreendendo a escola como organização complexa cuja função é promover a educação para e na cidadania. Além disso, é pretendido que esse profissional desenvolva seu trabalho artístico-pedagógico calcado na pesquisa, análise e aplicação dos resultados de investigações de interesse da área educacional; e, por fim, esteja preparado para participar na gestão de processos educativos e na organização e funcionamento de sistemas e instituições de ensino, sabendo orientar, avaliar e elaborar propostas.

 

Competências desenvolvidas:

  • Compreender e utilizar os conhecimentos historicamente construídos no campo das Artes Cênicas, tendo em vista o ensino do teatro por meio de posturas engajadas com os processos de aprendizagem recíproca;

  • Pesquisar, investigar, refletir, analisar e usar a criatividade e a imaginação para buscar soluções, inclusive tecnológicas, para selecionar, organizar e planejar práticas artístico-pedagógicas no campo do teatro;

  • Valorizar, fomentar e incentivar as diversas manifestações artísticas e culturais, tanto locais quanto de outras regiões brasileiras e de outros países, e a participação ativa dos sujeitos em práticas diversificadas de criação e produção artística, objetivando ampliar repertórios culturais;

  • Fazer uso de diferentes linguagens – verbal, corporal, visual, sonora e digital – para se expressar por meio da linguagem teatral;

  • Compreender, utilizar e criar tecnologias digitais de informação e comunicação, integrando-as às práticas artístico-pedagógicas, seja como ferramenta didática de formação ou como recurso artístico;

  • Saber se expressar e compartilhar ideias, pontos de vista e decisões comuns por meio de uma atitude crítica e colaborativa em processos criativos, considerando fatos, dados, argumentos e a emoção alheia, munido de empatia e cuidado com o outro e consigo mesmo;

  • Agir e incentivar, pessoal e coletivamente, com autonomia, responsabilidade, flexibilidade e resiliência, a abertura a diferentes opiniões e concepções artísticas e pedagógicas, tomando decisões de forma a promover ambientes de criação e de ensino/aprendizagem colaborativos e acolhedores e que valorizem a diversidade de indivíduos;

  • Valorizar a formação permanente para o exercício profissional do agente do teatro na sociedade, buscando atualizações no campo das práticas artísticas e pedagógicas.

 

Habilidades desenvolvidas:

  • Conhecimento dos meandros da linguagem teatral, suas especificidades e seus desdobramentos, inclusive conceitos e métodos fundamentais à reflexão crítica dos diferentes elementos da linguagem teatral, sobretudo na contemporaneidade;

  • Conhecimento da história do teatro, da dramaturgia e da literatura dramática, sendo capaz, inclusive, de propor análises e escritas dramatúrgicas inéditas;

  • Apropriação dos códigos e convenções próprios da linguagem cênica na concepção da encenação e da criação do espetáculo teatral e capacidade de entendê-los de forma historicizada;

  • Domínio sensível, técnico e expressivo do corpo visando a interpretação teatral;

  • Domínio técnico, criativo e construtivo na composição dos elementos visuais da cena teatral;

  • Domínio da manipulação de tecnologias digitais como recurso para a criação em arte;

  • Capacidade de atuar criativa, colaborativa e coletivamente nas diferentes instâncias da concepção de um trabalho na cena teatral;

  • Domínio de possíveis relações entre cena e público, refletindo sobre os caminhos da recepção teatral e suas relações com processos estéticos e de ensino/aprendizagem;

  • Capacidade de pesquisar, produzir e investigar diferentes modus operandi no âmbito das pedagogias do teatro, das linguagens da cena teatral e da criação artística e crítico-teórica;

  • Capacidade de conhecer, analisar e refletir sobre as produções artísticas e culturais de seu entorno social, de povos indígenas, de culturas de matrizes africanas, de comunidades tradicionais e diversas sociedades;

  • Conhecimento de princípios gerais de educação e dos processos pedagógicos referentes à aprendizagem e ao desenvolvimento do ser humano como subsídio para o trabalho educacional direcionado para o teatro e suas diversas manifestações;

  • Capacidade de coordenar processos de ensino/aprendizagem de conhecimentos teóricos e práticos sobre as linguagens cênica e teatral, no exercício do ensino de Teatro, tanto no âmbito da educação formal como não formal;

  • Domínio e percepção de possíveis relações entre prática teatral, cultura e sociedade;

  • Capacidade de autoaprendizado contínuo, exercitando procedimentos de investigação, análise e crítica dos diversos elementos e processos estéticos da arte teatral.

 

Áreas de atuação profissional

Imbuído da indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão, espera-se que o egresso esteja qualificado para atender as demandas do magistério na Escola Básica nacional, sobretudo no Ensino Fundamental e Ensino Médio. Além disso, deve estar preparado para promover a consolidação do conhecimento teatral em espaços não formais, como instituições culturais, projetos sociais, órgãos públicos e grupos artísticos.

O profissional também estará apto a solicitar, junto aos órgãos governamentais competentes, como secretarias ou ministérios relativos a assuntos de trabalho, o registro profissional que regulamenta a profissão de ator (DRT).

 

Para maiores informações, conheça a página do curso de Artes Cênicas - Licenciatura em Teatro: clique aqui.